Atualmente, a tecnologia vem se mostrando indispensável para a rotina das pessoas em todos os sentidos. É quase impossível pensar em qualidade de vida, por exemplo, sem levar em consideração a grande contribuição da tecnologia na saúde.

Os avanços são inúmeros — sistemas operacionais eficientes e seguros, equipamentos modernos, adoção de prontuários eletrônicos, avanços em engenharia e tecnologia biomédica, entre outros. Todas as áreas têm recebido suporte tecnológico, o que permite maior eficácia nos tratamentos e, principalmente, diagnósticos mais rápidos e efetivos.

Qual a importância da tecnologia na saúde?

A tecnologia tem renovado as esperanças de muita gente, especialmente de quem sofre com algum tipo de doença grave. O avanço em diagnóstico por imagem, por exemplo, permite identificar patologias de maneira ágil e em estágio precoce, auxiliando o tratamento e aumentando as chances de cura.

Além de favorecer os pacientes, a tecnologia proporciona maior agilidade nos atendimentos, retorno financeiro, praticidade, confiabilidade e credibilidade.

Com o auxílio de equipamentos de ponta que oferecem respostas eficazes e possibilitam os melhores tratamentos para a população, os profissionais de saúde podem investir em pesquisas cada vez mais aprofundadas, o que representa um marco da era digital.

Quais são as principais inovações na área?

Além de avanços, descobertas, curas, medicamentos e pesquisas em diferentes setores, existem equipamentos de diagnóstico e softwares de gestão e comunicação que também são acessíveis por meio de dispositivos móveis — tecnologias que têm feito diferença no cuidado com as pessoas.

Por meio dos wearables, pessoas diabéticas ou com doenças que necessitam de um controle mais rigoroso das condições físicas podem contar com as possibilidades do monitoramento em tempo real. Wearables é o nome dado às tecnologias vestíveis, como os relógios inteligentes que possibilitam controlar o batimento cardíaco de quem os utiliza, por exemplo.

Prontuário Eletrônico do Paciente (PEP)

Não dá para falar de inovação em saúde e de análise de dados sem citar o Prontuário Eletrônico do Paciente (PEP). Ele otimiza bastante as consultas ao disponibilizar informações do paciente de forma rápida e sem burocracia, independentemente se o médico está trabalhando no computador, celular ou tablet.

É importante destacar que a tecnologia na saúde sempre oferece inovações e é um mercado promissor. Apesar disso, com exceção dos hospitais de grande porte, ainda há muitos centros de saúde que não se atualizam sobre essas tendências. Sem dúvidas, isso pode comprometer a rotina e o trabalho dos médicos e profissionais da área.

Quando se opta pelo investimento em tecnologia, o benefício é gigante, uma vez que são opções automatizadas, de fácil uso, rápidas e confiáveis.

Como a tecnologia na saúde ajuda no diagnóstico?

O uso das tecnologias modernas na saúde não se restringe somente aos equipamentos de ponta. O desenvolvimento da Tecnologia da Informação mudou o foco das pessoas para a medicina preventiva — ou seja, para a antecipação da doença — ou, até mesmo, para o diagnóstico mais precoce, permitindo agilidade no tratamento.

Glaucoma, descolamento de retina, degeneração macular relacionada à idade (DRMI), retinopatia diabética e uveíte, por exemplo, fazem parte da lista de doenças que, graças aos avanços da tecnologia na saúde, podem ser diagnosticadas com mais rapidez e eficácia.

Fatores que garantem a melhoria e principalmente a agilidade nos diagnósticos, bem como nos atendimentos, são softwares de gestão, softwares de imagens, protocolos padronizados (sistemas DICOM, por exemplo), bancos de dados de exames e inúmeros outros recursos disponíveis que auxiliam no processo.

Para uma atividade que exige precisão, como a medicina, poder contar com recursos inteligentes é a melhor satisfação que profissionais como médicos podem vivenciar. Com a automatização dos processos e diante da eficácia dos recursos, eles podem extrair informações corretas que serão importantes na forma de prevenção, ou para propor tratamentos específicos, individualizados e mais humanizados, tudo que o paciente necessita em um momento de dor.

Robótica e telemedicina

Na área da medicina, as inovações incluem desde processos digitais até o uso da robótica em cirurgias — inclusive, já existe um exoesqueleto que pode favorecer pessoas com dificuldades para se locomover.

A telemedicina, por exemplo, é uma das grandes inovações tecnológicas na saúde. Em linhas gerais, trata-se de um processo de troca de informações digitais para diminuir distâncias do atendimento e agilizar o diagnóstico. Um dos principais benefícios de sua utilização é o fornecimento de laudos online.

A praticidade na entrega dos resultados de exames é muito pertinente. Por meio da telemedicina, exames como eletroencefalograma, eletrocardiograma (ECG), acuidade visual, mamografia, raios-X e espirometria podem ser realizados em qualquer hospital regional e enviados, em tempo real, via internet, para equipes de especialistas estabelecerem os laudos. É possível ainda entregá-los no mesmo dia ou, em caso de urgência, logo após a emissão do exame.

Diante de tudo que foi apresentado ao longo do post, torna-se importante estar bem informado e conhecer todas as vantagens da tecnologia em uma empresa de saúde. Se você quer mudar o patamar da sua clínica, seu laboratório ou seu hospital, é fundamental estar por dentro desses assuntos para conhecer os melhores equipamentos tecnológicos da atualidade.

Para tanto, é indispensável ter, ao seu lado, parceiros qualificados com experiência e serviços que poderão transformar seu estabelecimento de saúde em referência no mercado.

 

Fonte: arkmeds